A BENÇÃO DA ESTABILIDADE FAMILIAR



Quebra-gelo: Você conhece alguma família que, por não ter alicerces firmes, desmoronou? O que entende que pode ter sido a falha nestes alicerces?

Lucas 6:47-49 – Neste texto, vemos dois tipos de pessoas: uma que ouviu e praticou a palavra, cavou bem fundo e, como resultado, não foi abalada, e outra que ouviu e não praticou e, sem alicerce, viveu uma grande ruína. Quando alguém ouve a palavra e toma uma atitude com base no que Jesus diz, firma-se sobre uma base sólida. E, apesar das provações, do sofrimento, das decepções e do desapontamento que possam sobrevir-lhe, jamais será abalado.

Isaías 33:5,6 – O Senhor é exaltado, pois habita no alto; ele encherá Sião de retidão e justiça. Ele será o firme fundamento nos tempos a que você pertence, uma grande riqueza de salvação, sabedoria e conhecimento; o temor do Senhor é a chave desse tesouro.

Provérbios 18:10 – O nome do Senhor é uma torre forte; os justos correm para ela e estão seguros.

As pessoas procuram alguma forma de estabilidade. Há aquelas que querem a estabilidade profissional e financeira, garantia de um futuro seguro para sua família. Outras também estão procurando estabilidade familiar para ter um lar que não venha a desmoronar.

Provérbios 1:33 – Mas quem me ouvir viverá em segurança e estará tranquilo, sem temer nenhum mal”.

Jesus ensinou através de Lc 6:47-49, que o que manterá nossas vidas e famílias estáveis é a prática da sua palavra. Se ouvirmos o que Jesus ensina, teremos a benção da estabilidade e desta forma, nem nós, nem nosso lar e nem nada em nossas vidas desfalecerá diante das tentações e ataques do inimigo. Para que uma pessoa e uma família se mantenham estáveis, Jesus mostra a importância de manter bons fundamentos. Os fundamentos da fé cristã são simples e básicos, porém profundos e capazes de nos sustentar contra todos os ataques do inimigo. Peça a todas as pessoas para citarem um fundamento da fé cristã.

Salmos 127:1 – Se não for o Senhor o construtor da casa, será inútil trabalhar na construção. Se não é o Senhor que vigia a cidade, será inútil a sentinela montar guarda.

De acordo como o que lemos nesse Salmo, se Deus não for o Senhor da casa e se os planos da pessoa ou família não forem os planos do Senhor, em vão trabalham os que a edificam. Nós não podemos exigir responsabilidade de Deus para a manutenção da nossa estabilidade ou de nossa família se não aceitarmos o plano que ele tem nós. Devemos sempre ter práticas fundamentais que mantenham nosso lar estável, como por exemplo, agir sempre com amor, fidelidade, honra, respeito e verdade para com todos. Peça aos presentes para citarem algumas coisas que estão fazendo que os casais se separem e que as famílias desmoronem.

Efésios 3:17 – Para que uma família tenha a verdadeira estabilidade, a presença de Jesus precisa estar, primeiramente, em cada um de nós. Uma pessoa ou uma família sem alicerces está “solta”, instável, à mercê dos “ventos, chuvas e tempestades”, que virão com ímpeto e sem piedade na forma de adversidades e problemas. Sem a estabilidade que a fé e a obediência nos proporcionam, o casamento, por exemplo, pode ruir na menor das desavenças.

O mundo está cheio de incertezas, as pessoas vivem amedrontadas todo tempo, e é verdade que estamos vivendo na “era do medo”. Todavia, uma pessoa ou o lar que está alicerçado em Cristo – pela obediência a sua palavra – não tem razões para o pânico, pois, como diz o salmista:Salmos 62:2 – Somente ele é a rocha que me salva; ele é a minha torre segura! Jamais serei abalado!

FAÇAMOS JUNTOS A SEGUINTE ORAÇÃO: Senhor nosso Deus, louvamos-te por tua palavra que sustenta as nossas vidas e por ter nos dado a nossa família. Pedimos-te, Senhor, que todos os dias, nos ajude a praticar a sua palavra em nossa casa e em nossas vidas, e que o Senhor nos fortaleça nos momentos difíceis para permanecermos unidos e inabaláveis. Em nome de Jesus!

Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *