Ingredientes para a maturidade: Adoração

  • QUEBRA GELO: Você já fez algo para Deus que pareceu loucura para as pessoas?
  • ADORAÇÃO: “Adorar é orar,é dizer quem Deus é.Escolha músicas apropriadas para esse fim”.
  • MEMORIZAÇÃO DAS ESCRITURAS: JOÃO 4.24

Ingredientes para a maturidade: Adoração

Introdução: Fomos criados para adorar a Deus. A queda entretanto, interferiu no relacionamento do ser humano com o seu criador; a partir de então o homem passou a direcionar o seu impulso adorador para outras direções criando religiões, ritos na tentativa de expressar sua vocação adoradora.

Mas é em Jesus Cristo que se encontra o ápice do plano divino para restaurar o relacionamento que foi rompido e através dEle, o homem pode ter novamente comunhão com o seu criador e adorá-lo. Em João 4.20-24 Jesus estabelece três contrastes afirmando características da verdadeira adoração.

  1. LOCAL SAGRADO X QUALQUER LOCAL (versos 20 e 21)

Jesus refere-se ao local onde a adoração deveria acontecer. Na época, havia uma disputa entre judeus e samaritanos sobre qual era o lugar autorizado de culto a Deus. Jesus vai além daquela controvérsia e ensina que a adoração ao Pai seria independente de um local sagrado ou de um templo, sendo realizável onde quer que o adorador estivesse. “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1Coríntios 3.16).

  1. Sua adoração a Deus tem extrapolado os limites dos cultos que acontecem na igreja e tem invadido sua casa, local de trabalho e escola?
  2. Você tem consciência de que, sendo templo do Espírito Santo, você é um depósito do Deus vivente e que todas as suas atitudes podem ou não expressar adoração a Deus?

2. RELIGIOSIDADE X INTIMIDADE (versos 22)

Jesus fala sobre conhecer ou não o objeto da adoração. Tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, o verbo conhecer não faz referência apenas a obtenção de informações. Ele também se refere à experiência de conhecer uma pessoa intimamente através de um relacionamento. O desejo do Pai é que nos relacionemos com Ele de modo a conhecer a sua intimidade. Sua vida cristã tem se baseado em atos religiosos ou em um relacionamento vivo e dinâmico com Deus?

  1. RITUALISMO E HIPOCRISIA X ESPIRITUALIDADE E VERDADE (versos 23 e 24)

Jesus afirma que Deus é Espírito, ou seja, um ser imaterial, desprovido de corpo físico, por isso, a adoração a Ele deve ser em espírito e em verdade.

Em Marcos 7.6,7, Jesus confronta os fariseus e escribas por estarem preocupados apenas com o exterior; as atitudes externas devem ser motivadas por algo que está acontecendo internamente.

O culto a Deus deve ser integral: corpo, alma e espírito. Aqueles que, por outro lado, dizem estar prestando uma adoração a Deus apenas no coração, não expressando isso com o corpo, também não estão no ponto que Deus quer. A Bíblia nos incentiva a adorar a Deus com os lábios, com instrumentos, com cânticos, com danças, palmas, etc.

  • A adoração que você oferece a Deus tem sido em espírito e em verdade, após adorar você tem uma maior consciência de Deus e fica satisfeito, realizado e alegre Nele?

Conclusão: Jesus ensinou à mulher samaritana e nos ensina hoje que o Pai está à procura de verdadeiros adoradores. Por isso, é urgente começarmos a praticar suas palavras de João 4.20-24, abandonarmos alguns conceitos antigos e errôneos. Tenha em mente que a adoração é um estilo de vida. Então, viva adorando!

EVANGELISMO – APELO: Faça um apelo para a salvação e para consagração de vidas!

VISÃO: Faça contato, ore uns pelos outros, encontre com o discípulo e evangelize.

MISSÕES MUNDIAIS: Ore pelos lideres do Brasil, pela paz de Israel, por Bill e família na Ásia.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

...