O nome de Jesus é fórmula mágica?

QUEBRA-GELO: Por que o espírito maligno não saiu do homem, mesmo enquanto os exorcistas judeus tentaram invocar o nome de Jesus? Não há poder no nome de Jesus?

Vamos meditar juntos…

Versículo 13: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega. Esse texto nos traz que, ao verbalizarem isso, os exorcistas judeus ambulantes, expuseram que eles mesmos não pregavam Jesus… mas estavam utilizando seu nome como uma miraculosa “fórmula mágica” e vejam como isso não adiantou.

Os filhos do sacerdote Ceva não criam em Jesus, eles queriam apenas ganhar fama, ser reconhecido pelas pessoas, como sendo eles também “poderosos” como Paulo que operava milagres extraordinários (Versículo 11), no entanto eles não entendiam que é a fé em Jesus que move o agir de Deus.

Jesus disse: Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios (Marcos 16:17)

Marcos 9:23 – “Se podes?”, disse Jesus. “Tudo é possível àquele que CRÊ.

Romanos 1:16 – Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que CRÊ;

Para ser usado por Deus é necessário ter unção, poder de Deus e ser cheio do Espírito Santo.

JESUS é sim o nome dos nomes! Filipenses 2:9-11-Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.

Versículo 15: Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois?

Então devemos ser conhecidos pelos demônios?

Sim! Quando nos tornamos filhos de Deus, passamos a habitar no centro da vontade de Deus, vivendo a história que Ele escreveu para nós e passamos a contribuir ativamente para a expansão do Reino de Deus, incomodamos o Inimigo e frustramos suas obras e, então, passamos a ser conhecidos dele, assim como Jesus e Paulo, pois estes eram inimigos declarados do Inferno (versículos 11 e 12)1 Evocê, também é?

Desta maneira, podemos ver que, assim como os demônios conheciam a Jesus e a Paulo, eles sabem quem tem ou não autoridade através do nome de Jesus para expulsá-los. Não basta sermos religiosos como os sete filhos de Ceva, principal dos sacerdotes (Versículo 14), é necessário que tenhamos um encontro pessoal com o Senhor… Precisamos saber que os demônios sabem QUEM e DE QUEM nós somos e, consequentemente, sabe como está nosso relacionamento com Deus e não deixará de usar isso contra nós!

Versículo 16: E, saltando neles o homem que tinha o espírito maligno, e assenhoreando-se de todos, pôde mais do que eles; de tal maneira que, nus e feridos, fugiram daquela casa.

Este texto nos trás que o pecado expõe a nossa vergonha:

Apocalipse 3:18 – Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.

Sem Jesus, estamos nus, pobres e cegos! (Ler versículos 16 a 20).

REFLEXÃO: Isto nos faz refletir que, em nosso meio, existem muitos filhos de Ceva, pessoas que vivem no contexto da igreja, alguns já há anos, debaixo dos ensinamentos e doutrinas, mas não conhecem Jesus, não andam com Jesus e não tem a vida de Jesus e por cegueira não podem enxergar/compreender isso. (Romanos 8:1- 9, Mateus 15:7- 9)

Quem é você nessa história? Os filhos de Ceva ou Paulo?!

Deseja mudar sua realidade hoje? Vamos orar.

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Fechar