Vença através do Perdão

Compreendendo alguns aspectos do perdão

Dicionário – per.do.ar: v. 1. Tr. ind. e intr. Conceder perdão a. 2. Tr. dir. Absorver, remitir (culpa, dívida, pena etc.); desculpar. 3. Pron. Poupar-se

Texto: Mt 18 21-35

(Colossenses 3:13) – Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.
(Efésios 4:32) – Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.

1. O que não é o perdão

1.1 Perdoar é esquecer
“A mente humana é capaz de registrar 800 recordações por segundo durante 75 cinco anos sem falhar”
“Por isso é necessário fazer-se distinção entre esquecimento emocional e mental. Lembrar da ofensa de tal modo que ela continue a afetar o relacionamento emocional não é perdoar.” (Hebreus 8:12) – Porque serei misericordioso para com suas iniqüidades, E de seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais.

1.2 Perdão não é sentimento
(Colossenses 3:13) – Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.
“Perdão é um ato de fé baseado na ordem de Deus”

1.3 Perdoar não é voltar ao passado
Sempre que voltamos a pensar no que aconteceu, continuamos alimentando um ressentimento, uma amargura. Trazer o passado de volta é uma força destrutiva porque:

1.3.1 Não há nada que se possa fazer para mudar algo que já aconteceu.

1.3.2 Guardar a culpa tira nossa energia de viver (Salmos 32:1) – BEM-AVENTURADO aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
(Salmos 32:2) – Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.
(Salmos 32:3) – Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.
(Salmos 32:4) – Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.)
(Salmos 32:5) – Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.)

1.3.3 Não desligar do passado e prosseguir tentando fingir que nada aconteceu, é falta de entendimento sobre o perdão de Deus em nossas vidas. Há pessoas que estão sendo destruídas pelo passado.

1.4 Perdão sem exigências
Perdão não é exigir mudanças, por parte da outra pessoa, antes de nosso perdão.
Jesus perdoou mesmo sabendo de antemão que seria humilhado e ferido por nós.
(Lucas 6:31) – E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também.
“Quando exigimos mudanças na vida de outra pessoa, nos colocamos no papel de juiz”.

2. O que é o perdão 

2.1 A dificuldade do perdão 
Creio que umas das coisas mais difíceis da vida cristã é perdoar, especialmente quando fomos profundamente feridos.Mas mesmo assim é isto que Deus quer.Você já meditou atentamente no quando custou para Deus perdoar a você e a mim? Custou a vida de seu único filho! Que alto preço!
Perdoar vai custar seu orgulho. É não exigir seus direitos. É não vingar. Na realidade, é deixar a pessoa livre, nada devendo. É não querer que a pessoa pague pelo seu pecado.

2.2 Perdão e ação.
É dar amor quando ela espera ódio. É dar compreensão quando espera raiva, vingança. É recusar buscar sua própria vontade. Para que haja esta reação é preciso tempo, é preciso que o Espírito Santo faça uma obra de restauração no coração e nos preencha das graças de nosso maravilhoso Deus

2.3 Perdoar é substituir
(II Corintios 5:21) – Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus. (Jesus substituiu literalmente, toda nossa transgressão para que fossemos feitos justiça de Deus e não nossa)

Conclusão:

• Deus quer que fosse perdoe quem o feriu. (Efésios 4:32) – Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo. (Colossenses 3:13) – Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também;

• Deus não permitirá que isso o destrua, bem como seu potencial, seus dons, suas habilidades e sua vida. Isto se você responder positivamente e obedientemente ao ato de perdoar;

• O Senhor é capaz de usar algo muito triste do nosso passado para á gloria Dele. Ele é capaz de transformar tudo que ocorreu, de maneira que redunde em bem para nossa vida, para o outro e para qualquer pessoa envolvida;

• As conseqüências de não perdoar serão desastrosas; (Salmos 32:1) – BEM-AVENTURADO aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.

(Salmos 32:2) – Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.
(Salmos 32:3) – Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia.
(Salmos 32:4) – Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio. (Selá.)
(Salmos 32:5) – Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

...