Homens da Bíblia – Samuel

Desde pequeno atento à voz de Deus

Samuel foi fruto de oração incessante de Ana, que desejava ter um filho (1 Samuel 1:9-11). O menino nasceu e, assim que desmamou, ela o entregou ao sacerdote Eli, para que ele crescesse na presença do Senhor, assim como disse que faria em voto com Deus (1 Samuel 1:24-28).

O chamado de Samuel aconteceu em uma noite, ao se preparar para dormir. Ele ouviu uma voz e pensou ser de Eli. Depois de se levantar três vezes, Eli explicou que era o Senhor e que, ao ouvir novamente, ele só teria que dizer: “Eis-me aqui.” (1 Samuel 3:2-9)

Samuel fez conforme o ensinado e o Senhor falou tudo o que aconteceria em relação à casa de Eli (1 Samuel 3:11-14). Ele ouviu e, ao se levantar no outro dia, estava temeroso para contar ao sacerdote o que sabia. Mas, ao ser chamado, ele não usou meias palavras, simplesmente disse (1 Samuel 3:15-18).

Servir, ouvir e obedecer

A primeira coisa que Samuel aprendeu em sua vida foi a servir. Desde a barriga da sua mãe, depois, ao ser entregue para Eli, e tudo o que vivia ao lado do sacerdote, absorveu para a sua vida.

Isso fica nítido quando Deus o chama. Ele se levanta, sem reclamar, por três vezes, e se coloca à disposição de Eli. Somente depois de ouvir as instruções, deita-se novamente.

Em vez de ficar com medo, ele se dispôs a ouvir, mas, desta vez, sabia que era Deus quem falava com ele.

Depois de escutar, obedeceu a Eli, que pediu para que contasse tudo o que Deus falara com ele em particular. E Samuel assim o fez.

Seja um Samuel

Quantos dizem que servem a Deus, mas na hora de serem usados por Ele, ficam com medo e não se colocam para ser canal de bênção para outras pessoas – e até para si mesmo?

Servir é se colocar à disposição, é fazer o que tem que ser feito, mesmo que isso não traga benefícios para si. É por isso que muitos não servem mais a Deus como se deve, porque sempre olham o seu lado, são egoístas e não querem fazer o que Deus determina.

Ouvir e obedecer são passos ainda mais difíceis, porque é preciso estar disposto para isso. Ouvir é “baixar a guardar”, esquecer sua vontade de falar e dar sua opinião. Obedecer. Talvez esse seja o segredo para ser um homem de Deus, assim como Samuel foi, porque é um exercício de serventia, que também não são todos que estão preparados para praticar.

Samuel não ficou com preguiça de servir, não ficou indisposto ao ouvir e, principalmente, não colocou a sua vontade acima de Deus. Ele obedeceu a Eli e disse tudo quando indagado a respeito do que Deus falara. E, mesmo sendo sobre a destruição da casa de seu sacerdote, Samuel não disse meias verdades, não gaguejou ou mentiu, ele simplesmente falou.

Que não sejamos indispostos a servir, tardios a ouvir e melindrosos a obedecer. Que sejamos como Samuel, sacerdote íntegro diante de Deus.

Por Tany Souza
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *