fbpx
Dança Profética

Levitas restaurados pelo Senhor

Adoração

Vivemos um tempo onde o Senhor está dando um enfoque ao ministério levítico, um chamado a servir, um ato que foi ensinado por Jesus na prática, para que tivéssemos um modelo a ser seguido, numa total abnegação em função de um chamado de morrer na cruz sem murmurar.

Há muito tempo esse ministério já não fazia parte real da nossa história, salvo alguns que devido um temperamento mais calmo o desenvolviam em parte. A submissão, o respeito à autoridade e o considerar o outro como superior já não existiam e Deus viu que era péssimo. Já não era necessário nem ser santo para servir a igreja.

Os levitas hoje têm sido restaurados pelo Senhor, pois a igreja necessita de homens e mulheres que entendam que para servir, em qualquer área, o requisito mais importante é ser santo, ou seja, separado, obediente à voz e aos comandos do Senhor. São necessários modelos reais que abdiquem de “achismos”, para realizarem uma tarefa com excelência, sabendo que o que fazem é ao Senhor que fazem.

O Senhor nos tem mostrado ainda a necessidade de os levitas entenderem que são uma família sarada onde o amor e o respeito são recíprocos, onde cada indivíduo precisa do outro e sente saudade quando o outro está longe.
É preciso que cada levita volte ao primeiro amor, que sempre nos faz chorar ao lembrarmos que Jesus morreu para que tivéssemos vida. E, sem dúvida, é preciso entender o chamado a ser servo. Então, o orgulho, a soberba e o complexo de superioridade não fazem parte de um verdadeiro levita.
Tudo que Deus faz é bom e Ele está fazendo com que a igreja entenda seu principal chamado: ser um modelo cem por cento dependente do Espírito Santo, onde Jesus receba sempre os méritos atribuídos indevidamente a mim e a você, pois tudo que fazemos de bom na essência nos é motivado por Ele, o Autor da nossa fé.

Sejamos como Jesus, servos excelentes e cheios de amor!

Prs. Dorval e Sarene Castro
Mostre mais

Artigos relacionados