Não ameis o mundo, amai a Deus.

Caro líder não precisa ler todas as passagens, muitas já estão explicadas no texto.

Começar perguntando: “O que significa a afirmação do apostolo João quando ele diz que não devemos amar o mundo? ”

Leia 1 Joio 2:15-16 – “Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência (cobiça ou vontade) da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida (orgulho da vida mundana), não procede do Pai, mas procede do mundo. ”

“No entanto, João 3:16 diz: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira…”

Então, Deus ama o mundo, mas nós não devemos? Como assim? Por que a aparente contradição?

Na Bíblia, o termo mundo pode se referir à Terra e ao universo físico (Hebreus 1:2; João 13:1), mas muitas vezes se refere ao sistema humanista que está em desacordo com Deus (Mateus 18:7; João 15:19; 1 João 4:5).

O que significa a afirmação da Bíblia dizendo que Deus amou o mundo?

Quando a Bíblia diz que Deus amou o mundo, está se referindo aos seres humanos que vivem aqui (1 João 4:9). E, como Seus filhos, devemos amar as outras pessoas (Romanos 13:8; 1 João 4:7; 1 Pedro 1:22). A parábola do Bom Samaritano deixa claro que não podemos escolher quem amar (Lucas 10:30-37).

Ao que Bíblia está se referindo quando diz para não amarmos o mundo?

Quando somos instruídos a não amar o mundo, a Bíblia está se referindo ao seu sistema de valores corruptos. Satanás é o deus deste mundo, e ele tem o seu próprio sistema de valores contrário ao de Deus (2 Coríntios 4:4) 1 João 2:16 detalha exatamente o que o sistema de Satanás promove: a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida. Todo pecado imaginável pode ser resumido nesses três males; a avareza, corrupção, idolatria, violência, dependência química, violência, vãs filosofias, inveja, o adultério, o orgulho, a mentira, o egoísmo e outros mais surgem dessas três raízes.

O mundo é o que deixamos para trás quando viemos a Cristo. Isaías 55:7 diz que converter-se ao Senhor envolve abandonar os nossos próprios caminhos e pensamentos.

Como o Mundo reage a pecado?

O mundo muitas vezes aplaude o pecado. A mídia, a música mundana, o entretenimento nos encoraja a invejar os pecadores e a comparar-nos com as “pessoas bonitas”. Muitas vezes, a popularidade das “estrelas” dá-se à sua capacidade de mexer em nós uma insatisfação com nossas próprias vidas. As propagandas se aproveitam de nossa tendência natural de amar este mundo, e a maioria das campanhas de marketing atraem de certa forma a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a’ soberba da vida.

Qual é o significado de amar o mundo?

Amar o mundo significa dedicar-se aos tesouros, filosofias e prioridades do mundo. Deus diz a Seus filhos que definam suas prioridades de acordo com o Seu sistema de valores eterno. Devemos “buscar primeiro” o reino e a justiça de Deus (Mateus 6:33). Ninguém pode servir a dois senhores (Mateus 6:24), e não podemos ser dedicados a Deus e ao mundo ao mesmo tempo. A Palavra nos diz que esse mundo (sistema) jaz no maligno (1 Jo 5.19).

Diante dessas verdades será que nós temos amado ao mundo (sistema) em algum aspecto? O que acontece quando amamos a Deus em primeiro lugar?

Nós nos entregamos a Jesus e recebemos os seu Espírito Santo no nosso coração, entramos na família de Deus através dessa fé em Cristo, recebemos algumas bênçãos:

  1. Deus nos dá a capacidade de abandonar o modo de vida corrupto do mundo (2 Coríntios5:17);
  2. Nós nos tornamos cidadãos de outro reino (Filipenses 1:27,3:20);
  3. Nossos desejos se voltam para o céu (1 Tm 6.17-19), e
  4. Começamos a armazenar o tesouro eterno (Lucas 12:33-34). Percebemos que o que é realmente importante é eterno, não temporal, e deixamos de amar o mundo.

Tivemos alguns homens que desistiram de amar a Deus e amaram o mundo e seus valores como aparência, avareza, orgulho, rebeldia a palavra de Deus, se deixando levar pelo pecado e perderam a comunhão de Deus e com a igreja. Há um ditado que diz: A brasa fora do braseiro vai se apagar e perder o calor rapidamente. Exemplos:

“A mulher de Ló, Lc 17.32-33”; “Judas Iscariotes, Mt 27:4,5”; “Ananias e Safira, At 5:1-9“; “Himeneu e Alexandre, I Tm 1:19,20” e “Demas, 2 Tm 4.10

Então o que devemos saber e fazer para amar a Deus em primeiro lugar?

Não se iluda, o mundo te odeia e vai te perseguir ete tentar e assediar todo dia para te afastar da vontade de Deus. Ler Jo 15.19-23 e 2Co 6.14-18.

Uma das maiores promessas de Deus para nós através de Jesus: Jo 14.23-24

Devemos abandonar o erro (engano) de não desprezar a Palavra de Deus e nem o Poder de Deus: Mt 22. 29 – Jesus respondeu: “Vocês estão enganados porque não conhecem as Escrituras nem o poder de Deus!

Considerara Escritura como a Palavra viva de Deus para eu ter fé e direção em tudo nesse mundo mal – 2 Tm 3.16-17.

Finalize orando, convidando todos a amarem a Deus Pai e a Jesus Cristo, não ao mundo, a se confessarem a Deus se arrependendo de todo mundanismo, principalmente a incredulidade, renunciando a toda obra do diabo, todo pecado e se consagrando de novo, convidando o Espírito Santo para voltar a ser o único Deus a habitar no seu coração. Ore para que venha uma unção de fé e confiança em Deus e restauração da vida de oração, na leitura da Palavra, no discipulado e na conquista de vidas, resultando em um avivamento na vida pessoal, na sua família, na sua célula, e em cada vida na igreja. Muita graça e unção para todos.

 

Fontes de pesquisa desse Estudo: A Bíblia Sagrada. Artigo cristão da Got Questions.

Pr. Silvio Moura

Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *